Últimos artigos

Top 10 Mesquitas mais incríveis que visitei - Top 10 by Fon

"Top 10 Mesquitas mais interessantes que visitei"

A palavra "Masjid" aparece no nome de três das mesquitas desta lista. Na curiosidade, fui procurar o seu significado e descobri que os muçulmanos frequentemente referem-se às mesquitas utilizando o seu nome em árabe, masjid. A palavra significa templo ou local de culto, e o Alcorão aplica o termo a lugares de adoração de várias religiões, incluindo o judaísmo e o cristianismo.

Com vocês, a lista das 10 Mesquitas mais incríveis que vi até agora!

10.Mesquita Kutubía, Marrakesh, Marrocos.


Entra nesta lista por ser a primeiríssima mesquita que conheci. Marrocos foi o primeiro contato com o mundo árabe e por consequência com o Islã. Seu minarete é o edifício mais alto da Medina de Marrakesh, e por lei, nada pode superá-lo.

Mesquita Kutubía, Marrakesh, Marrocos.


9. Masjid Jamek, Kuala Lumpur, Malásia.

Antes de tudo, lembre-se: A Malásia é um país muçulmano, isso é surpresa para muitos! Essa mesquita foi a primeira coisa que vi (depois do metrô) na capital malaia. Entra nessa lista simplesmente pelo fato de eu gostar muito das suas cúpulas, que parecem enormes cebolas! Mesmo tendo apenas pouco mais que 100 anos, lembra muito a arquitetura da Índia, mais especificamente do Império Mogol (note alguma semelhança com a número 5). É mais fotogênica à noite.

Masjid Jamek, Kuala Lumpur, Malásia.


8.Mesquita de Córdoba, Córdoba, Espanha.


História interessante e é a única mesquita européia desta lista. Por anos foi a segunda maior do mundo, sendo superada apenas pela Mesquita de Mecca. Curiosamente, sua Qibla não foi construída orientada à Mecca, seguindo um padrão também encontrado em outras mesquitas do império El-Andulus. Mas o mais incrível é que após a reconquista da Espanha pelos Reis Católicos ela foi transformada numa Catedral, que viria abrigar a Diocese de Córdoba. A mescla de estilos e conceitos resultou em algo único. Só não está melhor classificada por já não possuir o título oficial de "mesquita".

Mesquita de Córdoba, Córdoba, Espanha.

7.Masjid Sultan Mosque, Singapura.


Ganha a sétima posição pelo simples fato de harmonizar perfeitamente com o seu entorno. O Kampong Glam é o bairro árabe de Singapura, com suas tapeçarias e perfumarias precisava de uma mesquita com uma cúpula "a la Aladin" para ser um retrato fiel das arábias. 


6.Domo da Rocha, Jerusalém, Israel.


Esta cúpula dourada abriga a rocha onde acredita-se que Abraão preparou o sacrifício do seu filho Isaac, onde mil anos antes de Jesus, o Rei Salomão construiu o mais importante templo do Judaísmo. Segundo a tradição islâmica, anos depois de Cristo, o Profeta Maomé iniciou sua viagem aos céus desde este mesmo altar, e hoje o local é uma mesquita restrita aos praticantes da religião. O Domo da Rocha é um dos principais símbolos de Jerusalém e é uma das poucas construções que foge ao padrão de cores bege, característico da rocha calcária da região. Jerusalém é o máximo por essa mistura!

Domo da Rocha, Jerusalém, Israel.

5.Jama Masjid, Antiga Delhi, Índia


A Jama Masjid foi a última obra do Imperador Shah Jahan, o mesmo imperador que construiu o Taj Mahal. É a maior mesquita da Índia e sou fã da sua arquitetura. O arenito vermelho contrasta com o mármore branco, característica que também percebi em outros monumentos em Delhi, como é o caso da Tumba de Humayun.

Jama Masjid, Antiga Delhi, Índia

4.Muhammad Ali Pasha, Cairo, Egito


A Grande Mesquita da Cidadela do Cairo entra nesta lista pela sua cor! Quem vê pensa que ela tem pelo menos alguns séculos! Na verdade, a pedra calcárea e o típico alabastro característico de muitos edifícios egípcios passam esta impressão, mas ela não tem nem 200 anos. Pra complementar, a sua localização é mais do que privilegiada, do alto da cidadela em meio ao caos e a fuligem do Cairo surgem as silhuetas das protagonistas da história de qualquer turista no Egito: as pirâmides do Platô de Giza.

Muhammad Ali Pasha, Cairo, Egito


3.Mesquita de Sheikh Zayed, Abu Dhabi, Emirádos Árabes Unidos.


É a mais nova das mesquitas desta lista e é a prova concreta de que não precisa ser antiga para ser incrível! É simplesmente deslumbrante! Foi construída pelo Sheik responsável pela união dos antigos emirados para a criação do país que conhecemos hoje como "Emirados Árabes Unidos". Ele foi o primeiro líder do seu novo país, e não restam dúvidas de que deixou seu legado!

Mesquita do Sheikh Zayed, Abu Dhabi, Emirádos Árabes Unidos.

2.Mesquita Azul, Istambul, Turquia.


“A Mesquita dos Seis Minaretes”,  a “Mesquita do Sultão Ahmed”. Azul pela cor dos seus vitrais, pelos seus ladrilhos. Merece a posição de segunda colocada. Na verdade, fico muito em dúvida se não deveria ser a primeira. Visitei este lugar em todos os dias que estive em Istambul, passava ali todas as manhãs. 

Mesquita Azul, Istambul, Turquia.

1.Santa Sofia, Istambul, Turquia.


Alguns podem me criticar e dizer "Ei! Esta não é uma mesquita!". A Hagia Sophia, Aya Sofia ou Santa Sofia é o highlight de Istambul! Construída para ser uma igreja, e funcionou como tal até a tomada de Constantinopla pelos Otomanos, que a transformaram numa mesquita. Sendo assim, também aparece no Top 10 by Fon - Igrejas (e bem avaliada por sinal)! Uma grande parte dos detalhes que foram cobertos durante esta "transformação" foram descobertos e estão aparentes hoje em dia!

Santa Sofia, Istambul, Turquia.

Veja a lista completa da série Top 10 by Fon.

Um abraço maior que o Atlântico!

Fon

Facebook - The World by


Instagram - @afonsosolak
Twiter - @afonsosolak
Google Plus - Afonso Solak
Email - afonsosolak@gmail.com








Nenhum comentário:

Postar um comentário

The World by Fon Designed by Templateism.com Copyright © 2014

© Copyright 2013, All Rights Reserved to The World by Fon. Tecnologia do Blogger.