Últimos artigos

Madrid não é tão cara se você souber onde procurar


Bocadillos de Jamón - opções baratas, típicas e deliciosas.
Com a alta do dólar e com os problemas políticos e econômicos que o Brasil vem enfrentando, já percebo em minhas redes sociais comentários sobre a dificuldade atual em viagens ao exterior. Realmente não é o melhor momento para viajar para os Estados Unidos ou para a Europa mas também não dá para jogar a toalha. Escrevi este artigo pensando em fazer uma pequena contribuição aos meus conterrâneos que querem vir visitar a capital espanhola.


Procurar por tapas grátis em bares e afastar-se dos centros turísticos no momento da acomodação podem ser suas opções. Outra forma de economizar e enfrentar as altas taxas de câmbio é buscar pelos horários de acesso gratuito nos museus da capital.


Fazer suas reservas com antecedência é crucial, uma vez que a crise é a nível mundial, e a Espanha é um destino barato para os americanos, ingleses e outros europeus da norte. Não é por acaso que a Espanha é o quarto destino mundial para turismo!

O Parque do Retiro é uma opção grátis e agradável.
Além disso, devido a crise espanhola, nos últimos anos muitos espanhóis estão deixando de sair de férias no exterior e preferindo ficar em casa durante este período.

Em questão de comida e cultura, em Madrid existem muitas opções que são uma pechincha, especialmente no que se refere à tradição espanhola!

Você somente precisa buscá-las da mesma forma que os espanhóis, o que significa almoçar num horário mais tarde que o habitual, afastar-se um pouco dos centros e rotas turísticas em busca de tapas e visitar os pontos de interesse no momento mais adequado.


Podemos começar o dia economizando alguns trocados, se em vez de pedir café acompanhado de algum tipo de bolo ou croissant, substituirmos por um "desayuno" ou "menú desayuno", que consiste em um suco de laranja recém espremido, café e uma torrada (crocante por fora e macia por dentro) com azeite de oliva e tomate. Geralmente custa menos de 3 euros e é a maneira mais espanhola de tomar café!

Muitos espanhóis confirmam que comer fora é um dos grandes prazeres da vida, um ritual sublime que geralmente é acompanhado de uma cozinha regional complementada com generosas quantidades de vinho.

O mesmo acontece na França e na Itália, mas geralmente na Espanha acaba sendo mais barato se você opta pela cozinha local e almoça as duas da tarde, ou desfruta das minitapas que vem como cortesia acompanhando muitos drinks e cervejas nos bares do país.

Os restaurantes de Madrid e de toda a Espanha deixam pendurados em suas entradas o "menú del día", que normalmente é aplicável somente ao horário do almoço. Incluem dois pratos principais, sobremesa e bebida. Pode ser vinho, cerveja, refri, água mas no verão chegam a oferecer sangria ou tinto de verão, uma espécie de vinho misturado com soda. Uma refeição completa como essa varia entre 8 e 15 euros.

Os bares espanhóis levam fama pelas suas "tapas", mas muitos deles oferecem ainda mini-tapas grátis para cada bebida, esta combinação é chamada de "aperitivo". Então fique de olho nessa palavras quando estiver buscando por um barzinho. A norma de etiqueta diz que se pedimos um copo de cerveja ou vinho, o garçom nos servirá também uma pequena porção de algo, mas não poderemos escolher o que será. Quando mais copos se pede, mais minitapas serão servidas e o melhor é que os garçons costumam variar para que possamos conhecer as especialidades da casa!

Quase todos os turistas se dirigem a Praça Maior, o coração de Madrid, uma criação do século XV que foi cenário de todo tipo de coisas, desde touradas até julgamentos da Inquisição. Está cheia de restaurantes com menus bem atrativos, mas fica a dica, o melhor lugar para comer são as ruas laterais e de acesso à praça. Os preços baixam consideravelmente!

Para os mais aventureiros, uma opção legal para economizar é substituir a estadia em hotéis por albergues. Recomendo o Cat´s Hostel, que fica numa região central e custa apenas 20 euros por noite! Se você não sabe exatamente como são estes lugares, deixo este vídeo onde conto tudo sobre eles:
 

Além disso tudo, Madrid conta com quatro dos museus mais importantes da Europa: o Prado, o Reina Sofia, o Thyssen-Bornemisza e o Caixa Fórum, e neste locais a hora de visita é a chave!

O Prado, com obras  de Gra Angelico, Diego de Velázquez, El Greco e Francisco de Goya, é grátis de terça a sábado, das 18:00 às 20:00 horas, assim como aos domingos, das 17:00 às 20:00 horas. 

O Reina Sofía, lar do famosos "Guernica" de Pablo Picasso, também tem horários de visita grátis. São de segunda a sexta de 19:00 a 21:00, e sábados de 14:30 a 21:00 e domingos de 10:00 as 14:30.

Interior do metrô de Madrid
Mesmo que os táxis de Madrid sejam, sem dúvidas, mais baratos que os táxis de cidades como Londres e Paris, a melhor maneira de movimentar-se pela capital espanhola é mediante o extenso sistema de transporte público. Um ticket de turistas que permite o uso ilimitado de ônibus e metrô custa 5,50 euros, vale mais a pena que comprar trajeto por trajeto.

Para ir e vir do aeroporto, que está a mais de 40 minutos do centro, você também consegue economizar usando o metrô. Com só 5 euros você sai da Puerta del Sol e chega ao T4 do Barajas. Não quero nem imaginar quanto seria isso em táxi!

E como sempre, se você gostou, peço que gentilmente curta ou compartilhe através das redes sociais ou dos botões aqui embaixo. Isso me ajuda muuuito!

Facebook - The World by Fon
Youtube - www.youtube.com/afonsosolak
afonsosolak no Twiter e Instagram - @afonsosolak

Um abraço maior que o Atlântico!

Fon



The World by Fon Designed by Templateism.com Copyright © 2014

© Copyright 2013, All Rights Reserved to The World by Fon. Tecnologia do Blogger.