Últimos artigos

Culinária Européia

Olivas em Parma, na Itália
Dentre muitos lugares, pessoas e sensações que conheci, a oportunidade de experimentar coisas diferentes me surgiu em vários momentos. Sempre que pude experimentei e desfrutei desses prazerosos sabores, e quase nunca me arrependi. Descrevo um pouco disso aqui abaixo.


A primeira comida típica que procurei na Europa foram as Bolachas Holandêsas. Embora meu pai já nos tivesse apresentado anos antes, me pareceu uma experiência nova, e acabei comprando alguns pacotes para a viajem. Ainda na Holanda tive o desprazer de comprar um pacote de balas de anis, que infelizmente eu não sabia que eram de anis, e foi aí que experimentei a pior coisa da viajem.

Em Berlim, deveríamos comer os Pretzels e os Wrustels, mas acabei experimentando-os somente bem mais tarde, quando já estava na Itália, em uma feirinha de sabores. Pretzels são aqueles pães tradicionais alemães, em forma de nó, secos e bem salgados. Wrustels são as salcichas, bem maiores que o pães.

O famoso Fish and Chips (peixe com batatas) de Londres, pode ser encontrado em qualquer lugar. Desde o "Pub  de Suburbio" até "Restaurante Elitizado", variando de um filésinho michuruca com batatas Pringles a um salmão com batatas gratinadas.
Na França, conheci o Creps verdadeiro, o Churros verdadeiro, a Sopa de Cogumelos e ainda tive o prazer de jantar em um restaurante com todos os hábitos franceses, onde experimentei coisas realmente exóticas. Sem contar na diversidade de queijos, entre eles o Camembert e o Bri, sempre acompanhado de um vinho Cabernet.

Na Espanha, a Paeja ou Paella, que consiste em arroz com frutos do mar. Para beber um Copo de Sangria: uma mistura de vinho, suco de frutas cítricas e soda. Na rua sempre íamos ao "Museu do Jamón", onde comíamos o Bocadilho de Jamón, que é um sanduíche com presunto de porco.
Formas e Tipos de Macarrão

Embora tenhamos viajado 5 países antes de chegar na Itália, foi só aqui que realmente pudemos explorar de verdade a culinária local. Aqui conheci as diversas formas de macarrão: Penne, Farfalle, Spaghetti, Anelli, Fusilli, Rigatone, Conchiglia e por aí vai.
Ainda entre as massas comi Capelleti, Tortelini e Raviolli. Apreciei vários Cabernets Sauvignons, Merlots, Malbecs, Chardonnais, Syrahs, Bardolinos e tantos outros que não lembro o nome.

Me deliciei entre Castanhas, Nozes, Pistaches e Avelãs. Aproveitei do preço baixo das Alcachofras, Aliches, Cogumelos, Lichias, Figos da Índia e do Tomate seco. Entre os doces a Liqueriza, Frutas Cristalizadas, Doces de Gergelin e Istambul,  Tartufos (Trufas) e os famosos Gelatos (Sorvetes Italianos).
Museu do Jamón, em Madrid, com seus presuntos pendurados
Em Cafés, a Itália bate qualquer país do mundo em termos de quantidades e tipos. Entre eles o pequeno e concentrado Expresso, que misturado com um pouco de leite vira um Machiato. O exótico Orzo feito a base de cevada e o Mocachino com baunilha. O Americano que é sempre feito segundo o seu gosto e o Cappuccino, que deve ser pedido antes das dez da manhã.
Chocolates de todas as formas em Arezzo, na Itália
Busco del Mediterrãneo
Enfim, a Europa é também uma mistura de gostos e sabores que vale a pena ser explorada. Não deixe que detalhes como esses passem despercebidos ao fazer sua viajem.
Um Abraço

The World by Fon Designed by Templateism.com Copyright © 2014

© Copyright 2013, All Rights Reserved to The World by Fon. Tecnologia do Blogger.